Biografia Óscar Uzcategui Q. (V.M. Kwen Khan Khu)

Biografia Óscar Uzcategui Q. (V.M. Kwen Khan Khu) 850 480 VOPUS Editorial

Óscar Uzcategui Q. nasceu em 28 de agosto de 1950, na Venezuela, em plena cordilheira dos Andes. Desde pequeno, teve grandes inquietudes espirituais, o que o levou à busca incessante dos valores inerentes ao Ser dos gnósticos. Sua puberdade transcorreu naquelas terras venezuelanas e, durante esse período, pôde investigar a temática rosacruz, teosófica, francomaçônica e espírita, chegando à conclusão de que em tais escolas não poderia capturar elementos práticos e precisos para o desenvolvimento psíquico do homem de forma integral

Aos quinze anos, iniciando sua adolescência, chegou a ter em suas mãos uma apostila gnóstica chamada Lição Magistral, na qual o V.M. Samael descrevia, em linhas gerais, o que era a Gnose, seus objetivos, seus métodos, etc. Esta apostila levou-o a aprofundar-se nos conhecimentos gnósticos e, por isso, graças à mão secreta do destino, conheceu um sargento do exército que começou a entregar-lhe toda a temática gnóstica, tanto a ele como a um grupo de amigos com os quais compartilhava seus conhecimentos.

Já integrado na Gnose, começou a enriquecer-se animicamente com todos os tratados brotados da pluma do V.M. Samael Aun Weor.
Aos dezesseis anos, começou seu labor de difusor dos estudos gnósticos, criando células gnósticas na cidade em que vivia (Maracaibo-Zulia) e em outras cidades próximas

Posteriormente, começa a manter correspondência com o V.M. Samael Aun Weor durante nove anos. Ao longo desses nove anos, pôde manter perguntas e diálogos com o Presidente fundador do Gnosticismo contemporâneo, o V.M. Samael Aun Weor, o que lhe permitiu ter uma base doutrinária bastante ampla e profunda.

Aos vinte e quatro anos, convidado pelo V.M. Samael Aun Weor, abandona a Venezuela para ir trabalhar sob sua direção em território mexicano. Nessas terras desempenharia, por instruções do V.M. Samael, diferentes missões de difusão gnóstica, tanto no lado oriental, como na zona central e ocidental do país asteca.

Há que assinalar que Óscar Uzcategui Q. (V.M. Kwen Khan Khu) teve a oportunidade de estar próximo do precursor da Gnose contemporânea durante um período de três anos, chegando a viver em sua própria casa.

Nestes três anos pôde verificar, de forma direta, a profundidade e o alcance da sabedoria gnóstica que brotava do V.M. Samael Aun Weor.
Isso o levou a ter uma visão clara e objetiva da linha geral de trabalho metafísico e doutrinário que seguia o V.M. Samael Aun Weor e, graças a isso, hoje em dia, a AGEAC (a instituição fundada por Óscar Uzcategui Q. (V.M. Kwen Khan Khu)), pôde levar a bom termo sua tarefa de divulgação da Gnose em todos os confins de nosso planeta, sem alterar em nada o corpo de ensinamentos gnósticos e, tampouco, a linha de trabalho pretendida pelo V.M. Samael Aun Weor.

Em decorrência da desencarnação do V. M. Samael Aun Weor (ocorrida no dia 24 de dezembro de 1977), Óscar Uzcategui Q., fiel à promessa feita ante o Presidente fundador da Gnose contemporânea em seu leito de morte, continuou seu trabalho de transmissão deste brilhante conhecimento que vem a ser para todos a Gnose.

Entre os anos de 1980 e 1983, realiza um grande labor gnostizante em países como França, Bélgica, Itália e Grécia. Posteriormente, no ano de 1984, chega à Espanha, onde ficará radicado uma longa temporada. Na Espanha, foi criando Centros de Capacitação de Difusores Gnósticos desde 1985 até 1998.

Durante este período, visitou também a África, continente com o qual já havia tido contato através de cursos por correspondência que ele conduzia desde a cidade de Grenoble, na França e, mediante os quais se formaram os primeros grupos de estudantes que hoje subsistem em países como Gabão, Camarões, Togo, Benin, etc.

No ano de 1989, funda o veículo de difusão gnóstica chamado AGEAC (Associação Gnóstica de Estudos Antropológicos, Culturais e Científicos), com o fim de fazer uma ampla propagação da Gnose para o benefício da humanidade inteira.

No ano de 2008, no Congresso Internacional que a AGEAC celebrou em Agra, na Índia, o Sr. Óscar Uzcategui deu a conhecer aos integrantes dessa instituição o nome que todo homem recebe internamente quando está preparado para isso. Esse nome é Kwen Khan Khu.

Atualmente, o V. M. Kwen Khan Khu (Sr. Óscar Uzcategui) segue dando cursos em diferentes lugares do mundo (Romênia, França, Espanha, Brasil).

Além disso, é autor de numerosas obras literárias e, também, de múltiplos prólogos que acompanham as edições das obras do V.M. Samael Aun Weor.

Concluímos esta biografia destacando que a atividade do Sr. Óscar Uzcategui tem, como única razão secreta, a de querer retribuir ao V.M. Samael Aun Weor, seu preceptor, toda a enorme atividade que ele realizou para o bem da humanidade, na ara do supremo sacrifício