Rosa ígnea

Rosa ígnea 1577 887 V.M. Samael Aun Weor
Rosa ígnea

Sete serpentes ascendem pelas costas de Krishna, sete são os castiçais perante o trono no Apocalipse, sete chacras resplandecem na anatomia metafísica do Oriente como dos povos mesoamericanos. O fogo resplandece no interior de cada um de nós e, como dizia o próprio Maomé, ascende pelas costas do iniciado enchendo-o de luz e vida (eterna). Nesta magna obra intitulada Rosa Ígnea, o excelso V. M. Samael Aun Weor, Avatara da presente era de Aquário, deixa como legado, junto às práticas com os elementais da natureza e revelações sobre as forças de nosso próprio Ser, os milagres que o Fogo Sagrado, uma vez desperto no iogue, é capaz de realizar ativando todas as rosas ígneas que dormem esperando o momento de seu despertar… e o nosso…