Temática Gnóstica Transcendental

Temática Gnóstica Transcendental 1280 720 V.M. Kwen Khan Khu

Quem quiser chegar a entender o trabalho interior tem que tomar em sua vida, um dia, a resolução moral de querer mudar. Enquanto a pessoa não toma essa resolução moral, pode ler todas as obras do Mestre, pode assistir a todos os nossos congressos, pode tentar meditar, etc., mas se não tomou a resolução moral de querer mudar, não vai conseguir nada; se esse ingrediente não existe, a resolução moral consigo mesmo que o leve a dizer: “Acabou-se, isto a partir de hoje não pode seguir sendo assim”. Quando a pessoa toma a sério a resolução moral de querer mudar, então é quando a Gnose começa a dar-lhe seus frutos, porque essa resolução moral a leva a aplicar-se a negação de si mesma a sério. E a diferença que há entre a multidão de estudantes que leem a Gnose e quem a aplica é que se converte, esse que a aplica, em inimigo de si mesmo e não quer tolerar nem um dia mais que o Eu siga metendo-lhe o dedo na boca. Essa é a chave: tomar a resolução moral consigo, cada um, não impondo nada a ninguém. Quem quiser realmente experimentar a Gnose tem que chegar a essa convicção, não intelectual, uma convicção profunda; não a uma ideia, não, é a uma convicção e a uma resolução íntima, e isso é o que o mantém no Caminho. Obviamente, a isso se acrescenta a perseverança nas práticas que a Gnose dá, na metodologia que a Gnose dá, na vontade que há que ir aumentando a cada dia…